top of page

COMBATE AO SUICÍDIO – VOCÊ PODE E DEVE PEDIR AJUDA


Nós, membros do Conselho de Cidadania Zurique esperamos que TODOS os brasileiros que moram na Suíça, e fora dela também, leiam este artigo. Queremos chamar a sua atenção para um problema que cresce exponencialmente, e que pode ser evitado se cada um de nós souber como ajudar!

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), mais de 700 mil suicídios são registrados por ano, sem contar os casos subnotificados, fazendo com que esse número suba supostamente para 1milhão. Os índices já superam taxas de mortalidade como HIV, malária e câncer de mama. E esses dados ficam mais assustadores quando falamos de suicídio entre jovens de 15 a 29 anos. Essa foi a quarta maior causa e morte, depois de acidentes no trânsito, tuberculose e violência interpessoal.


De acordo com o artigo da campanha Setembro Amarelo, a maior anti estigma do mundo, a maioria dos casos pode ser evitada se as pessoas com problemas ou transtornos psiquiátricos tiverem acesso a informações de qualidade e a tratamentos adequados. E isso independe de status social e econômico!


Acreditamos que quanto mais se falar sobre o assunto, mais pessoas vão entender que a depressão, a tristeza, a solidão, e tantos outros sintomas que levam ao suicídio vão chegar a pessoas que sofrem destes males.

Cartilha de Prevenção ao Suicídio – Conselho Zurique

Esta cartilha foi elaborada com o intuito de informar, esclarecer e orientar a população de língua portuguesa na Suíça, a respeito de como podemos ajudar as pessoas a lidarem com situações de desânimo, ansiedade, falta de energia e mesmo dúvidas sobre o sentido de estar vivo. A cartilha também traz telefone úteis, para ajudar quem necessita. Link: https://www.conselhodecidadania.ch/copia-cartilha-lgbt


Setembro Amarelo® 2023: se precisar, peça ajuda!*

Todos nós devemos atuar ativamente na conscientização da importância que a vida tem e ajudar na prevenção do suicídio, tema que ainda é visto como tabu. É importante falar sobre o assunto para que as pessoas que estejam passando por momentos difíceis e de crise busquem ajuda e entendam que a vida sempre vai ser a melhor escolha.

Quando uma pessoa decide terminar com a sua vida, os seus pensamentos, sentimentos e ações apresentam-se muito restritivos, ou seja, ela pensa constantemente sobre o suicídio e é incapaz de perceber outras maneiras de enfrentar ou de sair do problema. Essas pessoas pensam rigidamente pela distorção que o sofrimento emocional impõe.

Se informar para aprender e ajudar o próximo é a melhor saída para lutar contra esse problema tão grave. É muito importante que as pessoas próximas saibam identificar que alguém está pensando em se matar e a ajude, tendo uma escuta ativa e sem julgamentos, mostrar que está disponível para ajudar e demonstrar empatia, mas principalmente levando-a ao médico psiquiatra, que vai saber como manejar a situação e salvar esse paciente.

*Artigo rescrito do site https://www.setembroamarelo.com/


Texto: Adriana Bailoni

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

댓글


bottom of page